Face

Bichectomia


Retirada das Bolas de Bichat (ou Bolsas de Bichat): são bolsas de gordura situadas nas bochechas.

Quando aumentadas, dão uma configuração saliente e arredondada a esta parte da face. Podemos diminuir esta projeção com uma cirurgia relativamente simples, retirando estas bolsas por dentro da boca, podendo esta cirurgia até ser executada com Anestesia Local.

O pós-operatório é muito tranquilo, não afastando o paciente de suas atividades normais.

bichectomia1

Anestesia local com ou sem sedação. Incisão de 1 a 2 cm por dentro da boca.

bichectomia2

Dissecção e identificação da Bola de Bichat. Tração delicada da gordura para fora.

bichectomia3

Ressecção do excesso de gordura, com cuidado para não retirar demais.

bichectomia4

Cauterização com bisturi elétrico para evitar sangramentos.

 

 

 

 

 

 

 

Lábios


A parte estética dos lábios pode ser muito incrementada com procedimentos simples, que promovem grande rejuvenescimento dos mesmos, e que incluem o encurtamento da pele acima do vermelhão do lábio superior e a lipoescultura do mesmo, com uma grande melhora no seu aspecto estético, dando um equilíbrio melhor entre o lábio superior e inferior.

 

Rugas (face lift)


Com a idade, os efeitos da gravidade, exposição ao sol, e as tensões da vida diária, podem ser vistos em seu rosto. Marcas profundas aparecem entre o nariz e a boca, a linha do perfil afrouxa e dobras e depósitos de gordura surgem ao redor do pescoço. Uma elevação de face (tecnicamente conhecido como como ritidectomia) não pode parar esse processo de envelhecimento, o que ele pode fazer é “atrasar o relógio”, melhorando os sinais mais visíveis da idade através da remoção dos excessos de gordura, relaxamento das linhas musculares e retirada do excesso de pele do seu rosto e pescoço. O Face Lift pode ser feito sozinho, ou em conjunto com outros procedimentos como um levantamento de testa (fronte), cirurgia de pálpebras ou correção do nariz.

rugas1 rugas2 rugas3

 

 

 

 

 

 

 

Nariz


Rinoplastia ou cirurgia para remodelar o nariz, é um dos mais comuns procedimentos de toda cirurgia plástica. Pode reduzir ou aumentar o tamanho do seu nariz, mudar a forma da ponta ou do dorso, diminuir o tamanho das narinas, ou mudar o ângulo entre o nariz e o lábio superior. Pode também corrigir um defeito de nascimento, decorrente de trauma ou ajudar em alguns problemas respiratórios, como por exemplo, desvio de septo.

Antes da cirurgia estes pacientes de rinoplastia apresentam o nariz grande, levemente pendente e com uma ponta saliente e aumentada. Se as narinas são muito abertas, o cirurgião pode remover pequenas porções de pele da base, fechando-as proporcionalmente.

As incisões são feitas dentro das narinas ou na base do nariz, provendo acesso à cartilagem e ao osso, que podem ser esculpidos na sua forma.

Uma proteção feita com esparadrapos e uma cobertura de plástico, é usada para ajudar o osso e a cartilagem do nariz a manter a nova forma. Após a cirurgia o paciente tem um nariz menor ou mais harmonioso, um dorso reto, uma ponta bem definida e um ângulo melhorado entre nariz e o lábio superior.

nariz1 nariz2 nariz3 nariz4

 

 

 

 

 

 

 

Pálpebras


Este é um procedimento para remover bolsas de gordura , excesso de pele e músculo da pálpebra superior e inferior.Pode corrigir dobras na pálpebra superior e as bolsas abaixo dos seus olhos feições que fazem você parecer mais velho e pode também interferir na sua visão. Entretanto não pode remover “pés de galinha” ou outras rugas, mas melhora o aspecto de olheiras.

Com a idade das pessoas, a pele da pálpebra sobra, os músculos enfraquecem e gordura se acumula ao redor dos olhos, causando “bolsas” acima e abaixo.

palpebras1

Antes da cirurgia o cirurgião marca os locais de incisão, acompanhando as linhas naturais e dobras das pálpebras superiores e inferiores.

palpebras2

Gorduras localizadas, excessos de pele e músculos podem ser removidos durante a cirurgia.O cirurgião fecha as incisões com finas suturas, as quais deixarão quase invisíveis as cicatrizes.

palpebras3

Após a cirurgia, a pálpebra superior fica sem sobras de pele, e a pele abaixo dos olhos fica lisa e firme.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lábio Leporino e Fissura Palatina


Nas primeiras semanas de desenvolvimento, muito antes da criança nascer, os lados direito e esquerdo do lábio e do palato normalmente crescem juntos.

Ocasionalmente, em cerca de 1 a cada 800 bebês, estas partes não se encontram. A criança nasce com uma separação no lábio superior, essa separação chama-se Fissura Labial. Um semelhante defeito de nascimento no céu da boca, ou palato, é chamado de Fissura Palatina. Como o lábio e o palato se desenvolvem separadamente, é possível uma criança ter fissura de lábio, fissura de palato ou variações de ambos. Se sua criança nasceu com uma ou ambas as condições, provavelmente seu médico recomendará uma cirurgia para reparar isto. Profissionais médicos tem tido grau de avanços no tratamento de crianças com fissuras e podem fazer muito para ajudar, sua criança a ter uma vida normal, saudável e feliz.

labio_leporino1

A fissura é uma separação do lábio superior que pode se estender dentro do nariz.

labio_leporino2

Para corrigir a fissura labial, o cirurgião faz inicialmente uma incisão em cada lado da fissura, do lábio até a narina com técnica e marcação muito precisas.

labio_leporino3

Os lábios são colocados juntos e suturados para reconstruir a forma natural. A cicatriz deixada após a cirurgia irá melhorando gradualmente com o tempo.

labio_leporino4

Quando o céu da boca não cresce junto apropriadamente, esta condição é chamada de fissura palatina. Para reparar isto, o cirurgião fará uma incisão ao longo de ambos os lados da fissura.

labio_leporino5

Os tecidos são posicionados juntos, de ambos os lados da fissura reconstruindo o céu da boca.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Orelha


Otoplastia: cirurgia de orelha de abano.

A cirurgia das orelhas, ou Otoplastia, é normalmente realizada para aproximar da cabeça as orelhas de abano ou reduzir o tamanho de orelhas grandes.

Normalmente é realizada em crianças a partir dos 4(quatro) anos, quando o tamanho da orelha já está praticamente todo desenvolvido. Pode ser também efetuada no indivíduo adulto, e neste caso normalmente se utiliza a Anestesia Local, sem maiores riscos para o paciente.

Mesmo em crianças , a cirurgia realizada sob Anestesia Geral, é considerada uma cirurgia ambulatorial, tendo o paciente alta no mesmo dia. A cirurgia não deixa cicatrizes na parte anterior da orelha, sendo realizada totalmente por uma incisão atrás da orelha. É mantido um curativo por somente dois dias, a partir de quando o paciente não precisa mais de manter a orelha coberta.

Vários outros tipos de defeitos nas orelhas podem ser corrigidos pela Cirurgia Plástica, assim como as perdas total ou de parte por traumas, acidentes ou tumores.

 

Laser


O Laser, muito em moda atualmente, tem inúmeras aplicações no campo da Cirurgia Plástica. Para remover pelos, secar pequenos vasos, e retirar manchas da pele.

O Peeling a laser, conhecido como “resurfacing”, consiste em “remover“ toda a parte superficial da pele da face com um aparelho de raios laser, para trocá-la por uma pele nova, de muito melhor aparência. Com isto, as pequenas rugas, as manchas e pequenas lesões de pele são também removidas, dando um aspecto muito mais jovial ao paciente.

Note-se que é um procedimento realizado sob Anestesia (de preferência Geral), exigindo um dia de internação, e tendo um período de 1 a 2 semanas de grande inchaço no pós-operatório. Recomenda-se não se expor ao sol durante pelo menos seis meses. Mas os resultados são compensadores. É indicado para aplicação em pacientes de pele clara.